Wednesday, November 08, 2006

Suicídios Exemplares




















Fiz estas ilustrações a trabalhar sobre o livro "suicídios exemplares" de Enrique Villa Matas. Vão ser publicadas na revista Mutantes.




















O suicídio está mais presente na vida do que a morte. A morte não depende, como o suicídio, de uma decisão. Mas esta decisão quer interromper a vida e paradoxalmente ou não, interromper a própria capacidade de decisão. É uma decisão que quer estabelecer um fim para aquilo que ainda está (presumivelmente) a meio. Numa tentativa desesperada de organizar a vida para lá dos limites, de organizar o impossível.
Pensar o suicídio é tentar traçar mapas do que não existe.


Mas a dúvida torna perfeita a ideia.
Duvidar é ter a morte sempre na algibeira.
Percorrer as ruas, as paisagens, as pessoas com um pequeno segredo.

O poder de rir das ruas, das paisagens, das pessoas.




1 comment:

Tiago said...

que maravilha, estes desenhos. um beijinho.
Tiago